A LOUCURA BATE À SUA PORTA

Entre uma pessoa que chega em casa e atira na cabeça da família inteira, e outra que resolve pintar o cabelo de loiro platinado, existe uma semelhança e uma diferença.

tumblr_luies2H2po1r463xyo1_500_large

A semelhança é fácil: são ambas loucas. A diferença está no tipo de loucura: boa ou má.

Loucura má não precisa ser violenta, mas certamente é destrutiva: o mundo, por exemplo, está cheio de maus loucos,  que vivem de ombros estreitos, procrastinando uma normalidade fingida, uma estagnação-paradigma que acaba cozinhando os miolos.

Já a boa loucura, é mais rara, mas não impossível: um casal que diz “vamos casar agora mesmo, que depois tudo se ajeita” e casam e pronto, ou mulheres antigas ― insignes ― que colocam o marido pra fora jogando as roupas do infeliz pela janela e gritando (para toda vizinhança ouvir) “e não volte nunca mais, seu desgraçado!” ― o máximo.

 tumblr_lswsnqyhu81r2jsmso1_500_largeOlhe, isto é assunto pertinente, inclusive, para lembrar de clichês absolutamente obrigatórios a se vivenciar antes de morrer: escrever um livro ― preferencialmente uma biografia que fale mal e comprometa  meio mundo de gente ― viajar de carro ― e pegar um avião e ir para o Rio, e dar tudo errado, e dar tudo certo ―, e ao menos uma vez na vida, tomar aquele porre ―  chegar em casa as 9h da manhã, abrir os braços para seu pai/cachorro/governanta e bradar “HEY BRITNEY!” 

tumblr_lfze8vfDc21qbr6hro1_500_large

Não, não é nada fácil ser um bom louco, ter humor, coragem ― às vezes, aquela cara de pau ―, mas é importante fazer um esforço, afinal os muito normais tendem a ficar piores do que loucos: tornam-se amargos, e a amargura é tão triste.

Vamos: uma loucura uma vez por mês é o mínimo, uma por semana está ok, mas ideal seria uma loucurinha por dia: umas piscadelas por trás do vidro para a moça da locadora de DVDs, que está sempre com a mesma cara de tédio, só pra ver se uma hora ela percebe, e quem sabe, quem sabe não sorri?

Ah, claro, grandes chances dela ser normal e chamar a polícia. Mas seguimos tentando. Eu, por exemplo, fiz assinatura de uma revista que nem leio e comi um bolo inteiro — tudo isso no mesmo dia. Não é tão louco e tão bom?

 oito

Até porque….

Pintar o meu cabelo de loiro platinado, convenhamos, nem pensar.

Por um mundo cheio de loucuras boas e um ótimo café,
Cleiton Marcondes

FACEBOOK: https://www.facebook.com/CleitonMarcondesx?fref=ts
TWITTER: https://twitter.com/porr4matt
INSTAGRAM: http://instagram.com/cleitonmarcondes

foto padrão - Cópia

Anúncios