Correr ou Morrer, assistir ou perder!

Sabe aquele filme que você se contorce e pula na cadeira do cinema? Então, este é um deles!

The-Maze-Runner-Official-Poster-Banner-PROMO-30JULHO2014-04

The Maze Runner (Correr ou Morrer) está atingindo patamares altos na bilheteria cinematográfica e não é atoa. O filme, que já tem confirmada a continuação para dia 18 de setembro do ano que vem (2015), não tem grandes diálogos como em O Doador de Memórias, por exemplo. Ele é livre de grandes atuações e frases a serem parafraseadas no Facebook, mas Dylan O’Brien (Thomas – principal) e Kaya Scodelario (Teresa) fizeram um bom trabalho!

The Maze Runner conta a história de garotos perdidos do Peter Pan que estranhamente são colocados em um espaço rural ilhado por barreiras de pedras, [SPOILER/] que são – na verdade – um grade labirinto inconstante e cheio de surpresas. Aonde apenas os designados podem se aventurar em achar uma saída. [/SPOILER]

The-Maze-Runner-6

E dentre a grande interrogação sobre a finalidade daquilo tudo, os garotos são submetidos a uma civilização organizada por eles; com divisão de tarefas e setores, como plantar, colher, cuidar de enfermos e assim por diante. E sem contato algum com a civilização externa ou algum feixe de lembrança passada eles tentam decifrar o que se trata de todo aquele “jogo” silencioso.

Thomas, como um novato, é um grande curioso e corajoso – o que pode gerar esperança ou grandes problemas. O grande lance do filme é justamente a ação andando de mãos dadas com o suspense. Você não entende o que está acontecendo e coisas improváveis acontecem. Quando acha que está solucionando os mistérios, na verdade eles estão apenas se embolando e nisso os garotos vão vivendo uma constante desventura.

Teresa chega no meio do filme, a única mulher da trama – até então – (arrasou!) vem para confundir ainda mais a cabeça dos garotos e a nossa. Uma garota inteligente, forte e sem grandes melodramas (par a a minha felicidade).

The Maze Runner Stills Wallpapers

É um longa sem muitas críticas sociais, a não ser uma faísca de questionamento sobre o que fizemos com nosso mundo, o que indica que se passa no futuro. Mas o importante é que você se surpreenderá. [SPOILER/] O que posso adiantar é que tudo parece um grande nazismo futurístico.[/SPOILER]

tumblr_static_en4nfs7cbe0oss0ogg8kwo8co

Por isso, para o The Maze Runner quatro xícaras e meia são suficientes, mas com café menos doce que as xícaras de O Doador de Memórias.

Xícara de avaliação QUATRO E MEIA

Não morra, corra. Não perca, assista! – Vale MUITO a pena e o dinheiro!

Um café e uma pipoca, por favor.
Guilherme Morais

FACEBOOKhttps://www.facebook.com/guilherme.morais.564
TWITTERhttps://twitter.com/Gui_Morais_
INSTAGRAMhttp://instagram.com/guilhermemoraisg

foto padrão GUILHERME

Anúncios