O Amor Não Tira Férias

Sabe aqueles filmes que você assiste uma, duas, três vezes e não se cansa? Pois sim, caro amigo leitor, este está entre esses filmes. Apesar de um filme de natal, “The Holiday” (O Feriado, em tradução livre) tem tudo e mais um pouco do que se espera de uma comédia romântica calma. Além de trazer uma cartela de atores da pasta “Artistas Ouro” de Hollywood.

Como dito, a história se passa em meados da véspera de natal, acompanhando a jornada romântica de duas personalidades distintas, Amanda (Cameron Diaz) e Iris (Kate Winslate), que resolvem fazer uma espécie de intercâmbio de casas. Elas trocam suas casas, carros e cidades para passar apenas o feriado em um lugar diferente e distante. Ambas querendo fugir de uma única coisa: do amor.

o-amor-nc3a3o-tira-fc3a9rias

Cameron trás sua sensualidade combinada com seu senso de humor de costume para a publicitária dona de uma produtora de trailers em Los Angeles, Amanda. Que tem sérios problemas em se relacionar com as pessoas, vulgo fria. Em contraste com a jornalista de LondresIris“, vivida pela delicada e expressivamente melancólica Kate Winslate; sofrendo sem rédias por um amor vagal não correspondido.

O filme de 2006 têm uma contemporaneidade incrível! É o tipo de linguagem cinematográfica que não envelhece nunca, tão quanto o seu tema principal: o amor. O que as personagens não esperavam é que em um lugar ou outro estariam expostas ao sentimento do qual tentaram fugir, afinal, não se tem como fugir do cupido não é mesmo?

18476Kc2lgWSenVKnhBlzOC5dCH

Com muitas risadas, suspiros e lágrimas, é possível amadurecer as idéias melodramáticas junto de Iris e amolecer os pensamentos mais duros com as embarcações de Amanda! Além de nos fazer ter ataque de fofuras com o senhor ex-cineastra Arthur, vivido pelo recente falecido e brilhante Eli Wallach. Assim como suspirar pelo charme de Jude Law vivendo Graham (irmão de Amanda) e gargalhar com o jeito encantadoramente engraçado de Miles, na pele de ninguém mais ninguém menos do que Jack Black!

holiday-the-holiday-29954425-485-329

A trilha sonora instrumental é uma das melhores em termos de filmes, com destaque para a música da Imogen Hope “Just For Now”. Uma combinação perfeita de música e filme que conta a história de todos os amores, sejam eles perdidos, não correspondidos, rejeitados ou novos. Àqueles nunca contados em histórias românticos, “os que caminham feridos” como cita Iris.

E para este filme tão sensível e elegante aqui vão minhas quatro xícaras e meia, beirando à quinta, por terem prometido algo e cumprido!

Xícara de avaliação QUATRO E MEIA

Um café e uma pipoca, por favor.
Guilherme Morais

FACEBOOKhttps://www.facebook.com/guilherme.morais.564
TWITTERhttps://twitter.com/Gui_Morais_
INSTAGRAMhttp://instagram.com/guilhermemoraisg

foto padrão GUILHERME

Anúncios