9 Coisas que os “Grinchs dos Relacionamentos” não suportam!

Ontem foi o dia dos namorados, mas apesar de abafado pela abertura da Copa, muitos casais ainda comemoraram este dia, mesmo que de verde e amarelo! Eu, porém, acredito que seja um pouco “Grinch” dos relacionamentos; Sim, Grinch, sabe aquele monstrinho que odeia natal? A única diferença é que não sou da cor verde (ainda bem).

The-Grinch-jim-carrey-141531_1024_768

Não sou daqueles melosos que espera grandes textos em redes sociais ou daqueles que “ooo meu bebezinho blá blá blá”, sou romântico (claro), mas em um espírito mais festivo do tipo “aeeeeee dia dos namorados, feliz dia para nós”, seguido de uma dança nenhum pouco sensual. Acredito que não estou sozinho no mundo quanto a isso, confere? Confere!

O fato de eu ser repulso às melosidades de plantão não significam que eu não goste de um programinha a dois. Uma seção com os doze filmes clichês feitas pelo divo Dinhu Simões ontem, por exemplo, seria um programa que eu realmente curtiria – Ainda faremos isso amor! –. O caso é que essa explosão de sentimentos exasperados não me atraem, pelo contrário. E se você é um Grinch do relacionamento, certamente irá se identificar com esses tópicos, ou com a maioria deles. Já se você não se identificar com nenhum, provavelmente você é o cachorrinho Max a menininha fofa!

8257_grinch-poxititel-rozhdestva_or_how-the-grinch_1024x768_www.GdeFon.ru_

1. Diminutivo: Não, nunca, (mais uma vez) NUNCA!

2. “Eu te amo tanto. Não sei como viver sem você! Você é a luz da minha lua (…)” in Facebook. Nem em Facebook, nem em WhatsApp e talvez nem pessoalmente. É irritante, se você viveu até hoje sem a pessoa como não vai mais viver sem ela! Não, por favor!

3. “Desliga você. Ah não você. Então os dois juntos. 1, 2, 3… Era para desligar! Ah então desliga você”. Não preciso comentar não é mesmo? Sou do tipo que desliga no primeiro tchau. Não que eu seja grosseiro, só me privo de cenas como esta citada!

4. Comemorar todos os anos, meses, semanas e dias publicamente! O ano, ok, legal! Mas meses (todos), as semanas (todas) e os dias (todos), PUBLICAMENTE! Desculpa, ninguém quer ficar sabendo há quanto tempo estão juntos, você namora para você ou para os outros? Guarde, seja feliz por mais um dia, mas sem exageros. Exageros causam tragédias, queridão!

5. Beijo é uma demonstração de afeto muito bonita. Mas (a não ser que seja um selinho) não faça em público, ninguém merece te ver trocando saliva com seu parceiro(a).

6. “Eu te amo. Nãaao eu amo mais. Mais que tudo!”, você ama, que lindo da sua parte (sem ironias). Confio em você, não precisa ficar se auto afirmando para se convencer disso! Acredite que eu acreditarei!

7. “Oba recebi mensagem”. 5 minutos depois “e um Whats App. Agora no Face!”. 3 minutos depois “mais uma mensag… Está ligando, pera!”. Não! Respire e me deixe respirar! Oxigênio ainda é essencial para sobreviver!

8. “Como sabe disso? Leu meus Inboxs?”. Não me venha com “se você não apronta não tem o que se preocupar”, não se trata disso. Você está namorando e não em um cárcere privado! Eu, por exemplo, tenho pessoas que se desabafam diariamente via Facebook. Como confiar ou deixar que os outros confiem em uma pessoa que não está online sozinha no outro lado da tela? Se confia e se seu namoro é algo de respeito, saberá que o parceiro(a) não está aprontando na rede e não precisará ficar lendo escondido as mensagens, Whats, Face ou qualquer coisa parecida!

9. “Ou eles ou eu!” (clássico). Minha família e meus amigos são parte do meu tesouro e eles que me apararão quando alguém me machucar. Tchau, “beijinhos“.

Selo Gracinha

Não achem que sou amargurado ou coisa parecida, apenas sou prático e espirituoso. Depois dessa ressaca de dia dos namorados terei de mandar flores para my love! Aos que se identificaram: #vocêsnãoestãosozinhos!

the-grinch-jim-carrey-141528_1024_768

De Grinch para Grinch, Marisaaaaaaaaa!
Guilherme Morais

Anúncios