Dirty Money

Surgida a partir das invejáveis festas promovidas por Gatsby, no livro – futuro filme – “The Great Gatsby“, a ideia de uma festa que comemorasse a década de 20 parecia excitante, mas não em um período comum, e sim no período mais louco, no ápice da insanidade dos personagens que vivenciaram o contexto, aonde os Estados Unidos passou a não se importar com o “guardar dinheiro”, mas com o “usufruir dinheiro”, na expectativa de que este nunca mais acabasse – em palavras populares: na época de “vacas gordas”. Ou seja, antes da quebra da bolsa de valores.

Para isso nada mais justo do que um ensaio fotográfico inspirado em tal década, para ser usado a posteriori para ilustrar o material de divulgação da tal festa, a Dirty Money. Assim o glamour, a ‘falta de pudor‘ – que era praticada por todos, sendo sinônimo de felicidade – em conjunto com a vida boêmia, a ostentação e a substituição do amor pelo dinheiro deveriam ser identificadas no ensaio.

IMG_3227

Para tanto o Divo Cafeína em parceria com o Dvinyl Club escoltou uma equipe de produção, tendo o colunista do blog, Julio Carinhato, na produção fashionista, o divo Pedro Bregola na maquiagem, Welthon Fernando divando como modelo, eu, Guilherme Morais, como fotógrafo e o divo Paulo Silva, representando o Dvinyl, na produção fotográfica.

IMG_3044

Caracterizado para a época, o modelo têm como elementos, além da roupa típica, a utilização de cores no preto, branco e dourado, tendo o dourado para referenciar o glamour pregado nos ‘anos 20’. Com isso o ensaio prossegue em um contexto aonde se inicia com o formal, sofisticado e padrão de sociedade e aos poucos vai se desleixando, tirando aos poucos a roupa a medida em que “bebe, festa e se joga na vida boêmia”, tendo por fim cenas de costume da burguesia da época: jogado aos redores do evento, após uma noite banhada de curtição.

IMG_31972

O uso de apenas um modelo, com o rosto coberto por sombras é a representação do Divo Cafeína, na década de 20, descaracterizado, visto que, aos olhos do blog, qualquer um pode ser divo se tiver atitude, índole, critica embasada e outros requisitos que podem parecer simples, mas lhe definem como um verdadeiro divo.

IMG_33542 IMG_38182 IMG_39322 IMG_40382

A real base do ensaio é essa. Vocês podem conferir ele completo na nossa fanpage, aproveita para dar um curtir e acompanhar as interações e novidades da mesma: Divo Cafeína.

Um case e um café, por favor. Beijos com cafeína,
Guilherme Morais

Anúncios